O erro pode ser positivo. Na descoberta do cliente aprende-se ao descobrir erros.

Já se sabe que errar faz parte do processo, no entanto é importante errar o mais rápido possível, aprendendo o máximo e gastando o mínimo.

Ao experimentar descobrir clientes, seguindo a metodologia do desenvolvimento do cliente de Steve Blank, o que você está fazendo é aprender sem muito custo e errar sem ter muito prejuízo.

Seu modelo de negócios é um conjunto de hipóteses, que precisam ser verificadas. (Uma hipótese é uma formulação provisória, posteriormente deve ser demonstrada ou verificada, para então tornar-se uma suposição admissível.)

O problema que você imaginou pode ser um tanto diferente da realidade e a solução que você elaborou pode não ser exatamente a resposta para o problema existente.

Se você busca pessoas para descobrir a realidade ( qual é mesmo o problema?), você tem mais chance de acertar em uma proposta de solução.

E se você busca ouvir das pessoas se a solução que você elaborou resolve o problema, você aumenta a chance de resolver uma necessidade de mercado.

Quando você faz isso você ainda não está investindo seus recursos financeiros. Você pode ir fazendo ajustes e revendo suas hipóteses para reduzir o erro. Quase sem custo.

Por isso, o melhor é errar cedo. E aprender com esses erros.

Aliás, a gente erra é pra aprender mesmo. Veja o conselho de Abilio Diniz para quem errou e foi ao fundo do poço.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s