Escolha e decisão

Se tiver que se decidir, então que se decida logo, porque aí eu te espero ou te esqueço. Esperar dói e esquecer também.Mas não saber que decisão tomar é o pior dos sofrimentos.” (Paulo Coelho)

Dizem por aí que a vida é feita de escolhas. Escolhas nascem das preferências e essas são guiadas pelos nossos sentimentos. Tem a ver com o que gostamos, com o que nos emociona. Escolhemos pela cor, pelo sabor, pela curiosidade, pela esperança de bem estar, de bem fazer ou por uma intenção qualquer.

Mas, decisão é diferente. Ela acontece depois da escolha ou mesmo sem escolha nenhuma. Uma escolha nem sempre resulta em decisão, mas é bem provável que muitas vezes decida-se sem escolher, apenas decida-se.

Enquanto a ação de escolher revela uma preferência a ação de decidir implica resolução, deliberação.

Saber a diferença entre escolher e decidir pode nos ajudar a compreender nossos comportamentos e a refletir melhor sobre nossas escolhas.

Neste momento, você está lendo um texto em um blog que está ofertando uma oportunidade de aprender coisas novas. Vai ser bem difícil fazer uma escolha, porque você desconhece o conteúdo que está sendo oferecido. No entanto, você pode decidir. E talvez esta decisão seja importante para a condução do seu futuro.

Reflita sobre outras decisões que tomou anteriormente e que foram independentes das escolhas. O que elas trouxeram de retorno? O que aprendeu a partir da experiência com elas?

Li em algum lugar que devemos tomar pelo menos uma decisão a cada quatro dias. Não sei por que esse período de quatro dias foi escolhido. Mas decidi que valeria a pena experimentar. Por isso esse texto, que é um convite a decidir.

Reflita e decida. Inscreva-se e experimente. Na melhor das hipóteses será uma decisão acertada. Se não, restará muito aprendizado.

Finalmente, vale lembrar que enquanto as escolhas são circunstanciais, dependentes de ocasiões, fatores materiais, temporais ou situacionais, as decisões são intimas, exclusivamente interiores. Escolhas podem ser feitas em conjunto ou colaborativamente. Decisões não. Elas dependem do seu poder, o poder que você tem de determinar o percurso da sua vida.

Exemplos de pessoas que decidiram não desistir

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s